segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Nana, nenê - fujam desse livro também!




Uma conhecida me emprestou um livro chamado Nana Nenê, de Gary Ezzo e Robert Buckman, que promete ensinar um método para que os pais eduquem seus bebês para dormir a noite toda até completarem 6 semanas de vida. Contrariando as recomendações do Ministério da Saúde e todos os grupos sérios de apoio ao aleitamento materno, o livro recomenda que, desde seus primeiros dias, o bebê seja enquadrado numa rotina rígida, com horários controlados para a amamentação. A idéia é que é possível treinar os bebês evitando que eles se tornem o centro da vida familiar.
Como todos os livros desse tipo, os autores creem que o benefício do leite materno é somente biológico e rejeitam sua função de acolhimento e aprofundamento do vínculo mãe-bebê. Consideram ainda as práticas da cama familiar, do aleitamento de horários livres e prolongado (2 anos ou mais) e do canguru (a mãe levar o bebê junto de si num sling ou similar) como algo que gera crianças dependentes, sem autonomia e muito exigentes. Falam ainda que tais práticas podem até ter seu porque em países de Terceiro Mundo, mas que seriam inaceitáveis em países mais ricos! Defendem o uso da chupeta e não do peito para confortar os bebês e por aí vai...
Detestei o livro e hoje até descobri que existe um movimento internacional contra ele na internet. Posso falar com base na minha experiência. Minha filha mamou por 2 anos e 2 meses. Pratiquei intensamente a cama familiar até ela completar 5 anos e, de lá pra cá, continuo a fazê-lo em casos de necessidade (doenças, fragilidades emocionais etc.). Sempre amamentei livremente e não só para matar a fome da minha filha, mas como forma de carinho, apoio emocional e aconchego. O resultado foi um criança que com 1 mês de vida acordava apenas 2 vezes de noite e que depois dos 3 meses acordava apenas uma vez. Com 1 ano já comia sozinha e não precisava que lhe dessem comida na boca. Com 1 ano e 5 meses arrumava sozinha, apenas com minha supervisão, a mochila da creche, tirando as roupas suja e colocando no cesto, escolhendo outras para por no lugar. Ela cresceu e se desenvolveu com grande autonomia e senso de responsabilidade.
Pela minha experiência de mamífera, creio que livros como esse podem ser muito prejudiciais ao aleitamento materno, que não é tarefa fácil nas primeriras semanas. Amamentar exclusivamente exige paciência, segurança, apoio e muita calma, o mínimo possível de ansiedade. Imagina conseguir isso se, além de todas as pressões que rolam, a mãe ainda resolver impor horários, rotinas rígidas e cobranças desnecessárias!
Amanentar é sobretudo deixar fluir,seguir o ritmo da natureza e acreditar no seu próprio potencial de mulher/mãe/mamífera capaz de garantir a sobrevivência da cria. É viver um tempo que não se dobra ao relógio e às exigências da produtividade capitalista. Horários rígidos de amamentação só podem ser bons pra preparar a mulher recém-parida pra voltar o mais rápido possível ao ritmo de trabalho, algo contrário à vivência plena e prazeirosa da amamentação.
Se o bebê não dorme de noite, podemos dormir de dia, nos horários em que ele dorme. Eu sempre fiz isso, dormia junto com minha filha. Para isso serve a licença-maternidade! E ninguém passa a vida toda acordando pra mamar. Toda criança passa a dormir em alguns meses. É só ter calma e paciência. Pode acreditar!

13 comentários:

  1. Obrigado pelo o alerta... Já mudei de ideia e não vou mais comprar

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Li o livro e achei um tanto exagerados os seus comentários. Já recomendei para várias pessoas que também gostaram muito. Eu acredito que a maternidade precisa de equilibrio para não ser essa coisa consumidora que é os primeiros meses do bebe.

    ResponderExcluir
  4. Ou você não saber ler e interpretar ou então está de má fé porque o livro não fala nada disso que você disse! O livro ensina o filho a ter ROTINA. Simplesmente isso.Nada mais!Eu conheço várias famílias que colocaram em prática os ensinamentos e foi um sucesso!

    ResponderExcluir
  5. Você tem toda liberdade de escolher o método que quer para sua filha.É seu direito. Mas dizer para as pessoas "fugir" de um método implantado com sucesso por tantos outros casais não é coerente!

    ResponderExcluir
  6. Você tem toda liberdade de escolher o método que quer para sua filha.É seu direito. Mas dizer para as pessoas "fugir" de um método implantado com sucesso por tantos outros casais não é coerente!

    ResponderExcluir
  7. Ou você não saber ler e interpretar ou então está de má fé porque o livro não fala nada disso que você disse! O livro ensina o filho a ter ROTINA. Simplesmente isso.Nada mais!Eu conheço várias famílias que colocaram em prática os ensinamentos e foi um sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu post. Também acredito que quanto mais amor e disponibilidade para os filhos mais adultos amáveis.

    ResponderExcluir
  9. da mamãe cuida do seu filhinho como achar melhor mas eu decidi que os meus filhos me teram 100%
    Ja ja vao crescer e tudo passa! Tenho 3 filhos e o de 7 anos e o de 2 anos sao autônomos saudáveis e carinhosos e sempre acreditei com eles que o melhor era dar o colo quando eles solicitassem
    por isso estou repetindo a dose com o meu pequenininho de apenas 3 meses muito colinho muito carinho e se Deus quiser vai ser como os outros aos 4 meses já dormira a noite toda a noite toda

    ResponderExcluir
  10. da mamãe cuida do seu filhinho como achar melhor mas eu decidi que os meus filhos me teram 100%
    Ja ja vao crescer e tudo passa! Tenho 3 filhos e o de 7 anos e o de 2 anos sao autônomos saudáveis e carinhosos e sempre acreditei com eles que o melhor era dar o colo quando eles solicitassem
    por isso estou repetindo a dose com o meu pequenininho de apenas 3 meses muito colinho muito carinho e se Deus quiser vai ser como os outros aos 4 meses já dormira a noite toda a noite toda

    ResponderExcluir
  11. Concordo com o post !! Algumas mães precisam entender que não é a nossa vida que precisa ser fácil é plena nos primeiros meses de vida do bebê é a deles que precisa, quem chegou em um mundo diferente e está estranhando tudo é o bebê e fomos nós que escolhemos ter eles e não eles decidiram vir ao mundo !! Então eu acho que nós temos que ter a paciência de esperar eles se adaptarem nesse novo mundo com muito amor ,carinho e paciência e não impor rotinas , horários , fórmulas e etc para que nossa vida de mãe seja menos cansativa !! Se for assim é melhor brincar de boneca !! Tente se colocar no lugar do bebê mamães que acham legal deixar eles chorando para aprender seguir rotina !!

    ResponderExcluir
  12. Eu tentei seguir o método do livro porque minha filhinha acorda muitas e muitas vezes durante a noite e não durmo há dias... mas na primeira tentativa de fazer ela dormir sozinha e me afastar fiquei com muito aperto no coração... ela chorou tanto que durante o intervalo que fala no livro ela quase perdeu o fôlego... foi ficando roxinha.. achei uma judiação. Meu marido disse pra nunca mais tentar esse método porque da muita dó mesmo. Eles choram pq se sentem sozinhos e desprotegidos e nós país que nos prontificamos a suprir essa carência. Cada um faz o que achar melhor... mas eu nunca mais vou fazer isso.

    ResponderExcluir